Plano de Actividades

Coordenação do Departamento

Teresa Isabel Fernandes de Sá

Co-coordenação do Departamento

Filipa Martins Silva - Vice-Presidente

Descrição do Departamento

O Departamento Pedagógico e de Formação surge da necessidade de organizar e promover um conjunto de iniciativas, que visam promover uma formação de qualidade aos internos de Psiquiatria da Infância e Adolescência, através do incentivo à aprendizagem de competências específicas. Pretende-se elaborar novos suportes pedagógicos, bem estruturados e adaptados à especificidade da pedopsiquiatria, que promovam o interesse pela formação profissional e a tornem mais atrativa e interessante.


Objetivos do Departamento

  • Avaliar as necessidades de formação dos internos de Psiquiatria da Infância e Adolescência, ao nível nacional e conceber projetos, programas e suportes formativos, de acordo com as necessidades dos internos
  • Planear, promover e organizar as atividades de formação. Avaliar as atividades realizadas e perceber se foram de encontro aos objetivos e expectativas dos participantes
  • Prestar apoio pedagógico e logístico aos internos, no âmbito do programa de formação do internato médico
  • Articular com os outros departamentos, no sentido de otimizar a implementação e divulgação do plano de atividades da ANIPIA

Atividades Propostas

  • Secrets of Psychopharmacology: Beyond the Book
  • Um programa de formação intensiva focado nos vários aspetos da psicofarmacologia em crianças e adolescentes: dos seus princípios básicos à prescrição individual, boas práticas clínicas e algoritmos de tratamento.

  • Summer School de Psicoterapia
  • Programa educativo intensivo com seminários formativos, discussões interativas, role-plays, workshops e sessões de simulação, abordando diferentes modelos psicoterapêuticos inerentes à prática clínica da Psiquiatria da Infância e Adolescência.

  • Don’t miss a thing
  • Organização de um calendário online com os eventos e atividades de interesse para o internato.

  • Os Essenciais
  • Compilação e disponibilização de referências bibliográficas úteis à formação dos internos, diferenciada por temas. Aqui incluir-se-á material técnico/científico, desenvolvido pelos próprios internos.

  • Para onde?
  • Recolha e divulgação de informações acerca de possíveis locais para realização de estágios opcionais, compilando experiências prévias de internos e outros dados relevantes.

  • Meet the Expert
  • Ciclo de conferências com pedopsiquiatras que se destaquem pelo seu conhecimento e prática clínica e/ou académica, em determinadas áreas, promovendo uma partilha de saberes e discussão interativa.

  • Conta-me como foi
  • Encontros informais com especialistas em diferentes graus de carreira, com objetivo de fomentar o networking entre a comunidade de pedopsiquiatras e a partilha de experiências de vida, potencialmente enriquecedoras de qualquer uma das partes.

  • SOS internato!
  • Canal de comunicação com os internos, com vista a auscultar as suas necessidades formativas e criar soluções adaptadas.

Coordenação do Departamento

Rui Pedro Ferreira Carvalho

Co-coordenação do Departamento

Rita Amaro - Presidente

Descrição do Departamento

O Departamento de Promoção de Saúde Mental e Hot Topics tem como objetivo a sensibilização e promoção da saúde mental infantil e prevenção de psicopatologia de uma forma transversal e abrangente. Este departamento ficará responsável pela construção de um projeto de âmbito nacional com diversas vertentes de articulação – profissionais de saúde, escola e comunidade – tendo como objetivos a formação de outros profissionais de saúde, educação de crianças e jovens para a saúde mental e uma campanha de sensibilização nacional.

Além disso, será o elemento da ANIPIA predominantemente focado nos novos desafios e inovações relacionados com a saúde mental – Hot Topics – promovendo debates, formações ou outras atividades de interesse acerca de temas de relevo e atuais.


Objetivos do Departamento

  • Promover a articulação entre a Psiquiatria da Infância e Adolescência e outros profissionais de saúde como Médicos de Família, Pediatras, Psicólogos, Assistentes Sociais, Técnicos de Saúde
  • Dinamizar formações nacionais dirigidas a profissionais de saúde com foco na saúde mental da infância e adolescência
  • Promover a educação e literacia em saúde mental infantil, através da elaboração de um projeto de articulação com as Escolas - Ensino Secundário.
  • Criação de uma campanha nacional de sensibilização para a saúde mental infantil e de combate ao estigma, capacitando as pessoas para pedir ajuda especializada neste âmbito
  • Divulgar e promover o debate acerca dos desafios e inovações mais atualizadas relacionadas com a saúde mental e perturbações mentais na infância e adolescência
  • Estabelecer pontes e parcerias com outras entidades, sociedades, associações e organizações não governamentais de forma a dar amplitude e visibilidade ao projeto.

Atividades Propostas

  • Projeto FundaMENTAL
  • O projeto FundaMENTAL, tem como objetivo ter uma abrangência nacional e terá como base três premissas: formar, educar, sensibilizar.

  • Projeto “É fundaMENTAL formar”
  • O projeto “É fundaMENTAL formar” será dirigido profissionais de saúde como Médicos de Família, Pediatras, Psicólogos, Assistentes Sociais, Técnicos de Saúde de formação e terá como principal objetivo promover a articulação e aproximação entre a especialidade de Psiquiatria da Infância e da Adolescência e os restantes profissionais de saúde, sensibilizando para uma abordagem holística da saúde mental da criança e adolescente e promovendo uma referenciação precoce, atempada e adequada aos serviços de saúde mental infantil terciários, com vista a promoção de um trabalho integrado e complementar.
Serão dinamizadas um conjunto formações em formato de webinares com oradores convidados e que serão seguidos de um debate com os participantes, disponíveis em streaming e para visualização posterior nas plataformas online da ANIPIA, sob temas de relevo para a população alvo do projeto.

  • Projeto “É fundaMENTAL educar”
  • O projeto “É fundaMENTAL educar” será dirigido a crianças e jovens, tendo como via de articulação as escolas. Será realizado um projeto de integração de temas de saúde mental infantil, para ser apresentado às escolas e poder ser aplicado na disciplina de Cidadania e Desenvolvimento para a sensibilização e aumento de literacia em saúde mental infantil.
Serão realizados ainda contactos com propostas de parceria para poder dar maior abrangência e adesão ao projeto.

  • Projeto “É fundaMENTAL sensibilizar”
  • O projeto “É fundaMENTAL sensibilizar” terá como objetivo ser um veículo de promoção da saúde mental infantil para toda a comunidade, através de uma campanha nacional de sensibilização. Serão realizadas parcerias com escolas / faculdades de artes / grupos artísticos de forma a dinamizar um concurso Arte pela saúde mental infantil, a ser incluído no projeto.

  • Hot Topics
  • Dinamização de formações, debates ou outras atividades pertinentes com o objetivo de divulgação e discussão de inovações, temas polémicos e atuais em saúde mental infantil.

Coordenação do Departamento

Ana Filipa Pinho Pedro dos Reis

Co-coordenação do Departamento

Inês Barroca - Tesoureira


Departamento de Marketing

Descrição do Departamento

O Departamento de Marketing visa a sensibilização para a área de saúde mental em crianças e adolescentes e a parceria com outras associações/entidades relacionadas.


Objetivos do Departamento

  • Implementar e gerir redes de comunicação entre a ANIPIA e outras associações/entidades, numa perspetiva de sensibilização para a área da saúde mental em crianças e adolescentes.
  • Implementar e gerir redes de comunicação entre a ANIPIA e os seus sócios (internos de formação específica).
  • Flexibilizar e otimizar estratégias tendo em conta as características da população alvo e as necessidades de cada período. Analisar e avaliar os resultados das estratégias aplicadas.

Atividades Propostas

  • Proximidade com os sócios
  • Estabelecimento de canais de comunicação claros, seguros e bidirecionais com os sócios (Internos de Formação Específica de Psiquiatria da Infância e da Adolescência). Prevê-se que assim seja facilitado o acesso dos mesmos à ANIPIA, mas também que a nossa associação consiga rapidamente divulgar informação útil.

    Para tal, devem realizar-se reuniões presenciais e/ou online, de forma contínua e com a periodicidade que se verificar importante, de acordo com as necessidades.

    Será ainda criado um e-mail de acesso direto ao Departamento para facilitar o acesso ao departamento.

  • Parcerias com outras associações/entidades
  • Abordagens de diálogo e parceria técnico-científica com várias entidades associadas e integradas na área da saúde mental em crianças e adolescentes e cooperação científico-financeira com outros possíveis parceiros.

    Será dada prioridade ao estabelecimento de uma relação próxima e efetiva com os vários parceiros, realizando-se, para tal, reuniões presenciais e/ou online, de forma contínua e com a periodicidade que se verificar importante, de acordo com as necessidades.


Departamento de Investigaçãos

Descrição do Departamento

O Departamento de Investigação pretende promover a investigação de qualidade, de modo sustentado e organizado, na área da psiquiatria da infância e da adolescência.


Objetivos do Departamento

  • Promover formações na área da investigação em Psiquiatria da Infância e da Adolescência.
  • Divulgar formações na área da investigação clínica, bem como resultados de trabalhos atuais de relevância científica.
  • Centralizar informação dos vários estudos a decorrer a nível nacional na área da Psiquiatria da Infância e da Adolescência e facilitar a comunicação entre possíveis parceiros de investigação.
  • Sensibilizar e cooperar na publicação de artigos científicos na área da saúde mental em idade pediátrica, em articulação com revistas da área.
  • Apoiar os Internos de Psiquiatria da Infância e da Adolescência na elaboração e publicação de Projetos de Investigação.
  • Apoiar os Internos de Psiquiatria da Infância e da Adolescência com bibliografia útil na sua área de especialização.

Atividades Propostas

  • Formações no âmbito da investigação
  • Divulgação e/ou dinamização de formações na área da investigação, contribuindo para aumentar o grau de conhecimento e competências de profissionais de saúde nesta vertente, possibilitando-lhes que desenvolvam os seus próprios projetos de investigação, bem como a interpretação crítica de resultados de estudos clínicos publicados.

    Para tal prevê-se o estabelecimento de parcerias técnico-científicas com outras entidades e associações, bem como a utilização das redes sociais para rápido acesso.

  • Divulgação de trabalhos de investigação
  • Divulgação de trabalhos de investigação relevantes na área de Psiquiatria da Infância e da Adolescência, em particular os nacionais e os publicados por internos de formação específica, com a possibilidade de se criar um repositório com acesso vedado aos sócios de trabalhos relevantes na área (não publicados.

    Esta divulgação será maioritariamente através das redes sociais e do site da ANIPIA.

  • Apoio a estudos multicêntricos
  • Conhecer os estudos de investigação clínica em Psiquiatria da Infância e da Adolescência a decorrer, em particular se estiverem a ser realizados por internos de formação específica, e colaborar na possível ampliação geográfica do projeto de investigação, possibilitando estudos multicêntricos nacionais. Pretende-se deste modo que a ANIPIA colabore na criação de parcerias multicêntricas de investigação a nível nacional, como ponto de mediação e centralização.

  • Apoio à publicação
  • Apoio à publicação através da divulgação de projetos de financiamento à investigação médica ou similares e articulação com revistas nacionais na área da saúde mental.

    Será ainda facultada bibliografia, sites e associações de relevo que dão suporte ao jovem investigador.

  • Prémio para melhor investigação
  • Prevê-se a criação de um prémio anual para o melhor trabalho de investigação, com um júri composto por especialistas na área da psiquiatria da infância e da adolescência ou relacionadas.

    Este prémio tem interesse não só no reconhecimento da qualidade científica e no enobrecimento curricular, mas também na dinamização e no incentivo à investigação clínica nesta área.

Coordenação do Departamento

Catarina Couto Garcia Ribeiro

Co-coordenação do Departamento

Sofia Vaz Pinto - Vice-Presidente

Descrição do Departamento

O Departamento Cultural da ANIPIA procura estabelecer pontes entre a saúde mental e a expressão cultural. A sua criação nasceu do contributo reflexivo da cultura e dos diferentes meios de expressão artística (como a pintura, literatura, cinema e teatro), quando se pensa a saúde mental e a análise da natureza humana.


Objetivos do Departamento

  • Dinamização de cinco Tertúlias Culturais, como um espaço de diálogo, sem um intuito concretamente formativo, mas sim reflexivo e de partilha
  • Dinamização de dois workshops de formação teórico-prática em pequenos grupos

Atividades Propostas

  • Tertúlia “História de Arte & Psicopatologia – para além do surrealismo"
  • Propõe-se um espaço de debate acerca de obras de arte selecionadas contemplando curiosidades do autor, contextualização histórica do momento da sua criação e impressões subjetivas da obra de arte. Debruçar- nos-emos no período do surrealismo a propósito da ponte entre a teoria psicanalítica e a expressão deste movimento.

  • Tertúlia “Literatura na Pedopsiquiatria: livros que mudam a vida de um jovem de Pedopsiquiatria"
  • Moderado por um convidado especial, prevê-se o envolvimento dos participantes na troca de impressões das leituras que marcaram o percurso de formação como Pedopsiquiatra, pelo acrescento que permitiram na capacidade de observação, compreensão e de relação com as crianças/famílias.

  • Tertúlia “Cinema e a Pedopsiquiatria"
  • Verão e ar livre combinam bem com uma sessão de cinemateca no jardim - neste espaço em tudo agradável ao pensamento, planeia-se a visualização de um filme que suscite a discussão de temáticas relacionadas com a dinâmica familiar e funcionamento da mente humana.

  • Tertúlia “A expressão gráfica & Psicopatologia da segunda infância”
  • Sessão de expressão através do desenho e da pintura. Através da leitura de vinhetas clínicas (crianças na segunda infância trazidas à consulta de Pedopsiquiatria) serão realizados, no momento da leitura, desenhos que serão o resultado do que a narrativa das vinhetas clínicas evocou no artista convidado. Será proposto o exercício inverso nos participantes, com discussão no final.

  • Tertúlia “O papel da Psicanálise na Pedopsiquiatria"
  • Sessão de reflexão partilhada com psicanalista, que pretende repensar o lugar da Psicanálise na Pedopsiquiatria atual.

  • Workshop de Psiquiatria Transcultural
  • Este workshop propõe-se a refletir sobre a dimensão transcultural da Psiquiatria, dando destaque às dimensões socias e culturais do sofrimento e doença mental.

  • Workshop de Expressão Dramática - leitura encenada de uma peça de teatro
  • Através da análise ativa e dramática do texto de teatro, prossupõe-se aos formandos explorar através do corpo e das ações a construção de cena e a leitura metafórica da mesma, contribuindo para um enriquecimento pessoal da interpretação dos comportamentos humanos.

Coordenação do Departamento

Daniela Silvestre Simões

Co-coordenação do Departamento

Sofia Vaz Pinto - Vice-Presidente

Descrição do Departamento

O departamento de redes sociais visa a divulgação de eventos, atividades e outros conteúdos relacionados com saúde mental infantil nas redes sociais da ANIPIA.


Objetivos do Departamento

  • Dinamização das redes sociais da ANIPIA - divulgação apelativa e dinâmica de conteúdo considerado interessante para médicos pedopsiquiatras, psiquiatras e outros profissionais interessados em saúde mental infantil.

Atividades Propostas

  • Dinamização das Redes Sociais da ANIPIA
  • Publicações nas páginas de Facebook e Instagram da ANIPIA apresentadas com uma regularidade semanal a quinzenal, ou sempre que considerado relevante, estando organizadas por temos centrais, nos quais se incluem diversas categorias, nomeadamente:

    • Celebração de datas consideradas importantes para a Saúde Mental em Portugal
    • Divulgação de artigos/notícias considerados relevantes
    • Divulgação de eventos/congressos/workshops nacionais e internacionais
    • Divulgação de outros projetos promovidos por outros departamentos da ANIPIA
    • Promoção de informação acerca da prevenção em Saúde Mental Infantil

  • Vídeos de apresentação dos novos membros da ANIPIA
  • Estes vídeos, que incluirão uma breve caracterização dos vários departamentos e o plano geral de atividades propostos pela associação, têm o objetivo de divulgar o trabalho a ser realizado pela direção.

  • Sessões anuais de boas-vindas
  • As sessões de boas-vindas aos novos internos que iniciam a especialidade de Psiquiatria da Infância e Adolescência terão o objetivo de promover a sua integração junto desta comunidade.